Potengi, verás que um filho teu não foge a luta!!!

Eu sou brasileiro, filho do Nordeste, Sou cabra da Peste, sou do Ceará




Atitude Revolucionaria Socialista-ARS
Home » » ROTEIROS DE ENTREVISTAS NO CARIRI

ROTEIROS DE ENTREVISTAS NO CARIRI

Written By Edson Veriato on quinta-feira, 14 de dezembro de 2017 | 17:41


Françuli, a fabricação artesanal de brinquedos. Seu Françuli é agricultor, mora na cidade de Potengi, no Ceará. Ainda criança observando um avião no céu de sua cidade, passou a ter o sonho de voar. A partir daí idealizou o museu “ A Invenção do Sertão”, a

                                Françuli
                            (Foto: Hélio Filho)




1- Espedito Seleiro, a arte do couro. Espedito Seleiro é um artesão que trabalha com o couro na cidade de Nova Olinda, no Ceará. Este ofício é uma tradição que passa por várias gerações em sua família. Hoje em dia, além de confeccionar selas, Espedito produz bolsas, sandálias, cadeiras, carteiras, baús, gibões entre outras peças. Atualmente, transmite seu conhecimento para seus filhos, mantendo viva a arte de trabalhar com o couro.

2 - Zé de Elóia, o canto religioso. José de Elóia, cantor religioso da cidade de Nova Olinda, no Ceará, dedicou sua vida por mais de 55 anos a este gênero musical, compondo benditos, hinos, ladainhas e cânticos da tradição popular da região do Cariri.

 3- Zé Artur, arte de cultivar a terra. José Artur é agricultor na cidade de Nova Olinda, no Ceará. Seu trabalho com a agro floresta utiliza técnicas para o tratamento do solo e plantio, sem queimar a vegetação nativa. Ele é um exemplo para os agricultores da região do Cariri.

4- Dona Luzia, a arte de confeccionar flores. Luzia Ferreira da Silva, mora na cidade de Nova Olinda, no Ceará. Dª Luzia é uma artesã de flores de papel que são utilizadas em festas folclóricas da Região do Cariri. Hoje, aos 68 anos mantém a tradição de produzir flores para diversas manifestações culturais da região.

5- Luiz Alberto e Zefa Coan, a história do Rádio em Nova Olinda. O radialista Luiz Alberto é profundo conhecedor do acervo e da história da Rádio Amplificadora em Nova Olinda, no Ceará. Juntamente com a cantora Zefa Coan, conhecida como A Voz de Ouro, encantaram e encantam os ouvintes da região, relembrando o início do rádio na cidade através do programa‘A Voz da Liberdade’.

6- Seu Antero, a arte de fiar e tecer redes. Seu Antero é um artesão que trabalha na confecção tradicional de redes em Nova Olinda, no Ceará. Seu trabalho artesanal de extrema qualidade, consiste na fiação, tecelagem e pinturas de suas redes.

7- Casa de Agricultores, o aviamento de farinha. O aviamento de farinha de mandioca é uma tradição indígena. Esta produção se dá desde o plantio até a farinha, produto final a ser comercializado. O aviamento se encontra em lugares de solo fértil e com bom clima, para que seja garantida a qualidade do produto.

8- Aureliano Souza, os causo do Cariri. Aureliano é um contador de causos nascido em Nova Olinda, no Ceará. É um jovem conhecedor das histórias, grupos, mestres, lendas, mitos e tradições do Sertão do Cariri.

9- José Tavera, a Medicina Popular do Cariri.Este conhecimento é uma prática ancestral existente na Serra do Araripe e é baseado nos costumes  de cura popular, utilizando-se das plantas como meio para produção de remédios caseiros.

10- Dantas Aboiador, a cultura dos vaqueiros. Dantas Aboiador, vaqueiro na cidade de Santana do Cariri, no Ceará.Ainda pequeno aprendeu a arte do aboio participando das festas dos vaqueiros.O aboio é uma importante manifestação cultural que há muito tempo é cantado pelos vaqueiros no nordeste.

11- Maria Piauí, as praticas de cura. A rezadeira Maria Piauí atrai pessoas de várias regiões, que buscam a cura na força de sua reza.

12- Os Caretas de Potengi, o reisado de mascara. Grupo de reisado de máscaras tradicionais, que cultiva em suas danças a arte dos Kariris.

13- Os Ferreiros de Potengi, as ferramentas para agricultura.
A cidade de Potengi, no Ceará,conhecida como a Cidade do Ferro, reúne um grupo de mais de 30 ferreiros. Produzem foices, enxadas, facões entre outros materiais que são vendidos em vários estados do nordeste.

14- Françuli, a fabricação artesanal de brinquedos.
Seu Françuli é agricultor, mora na cidade de Potengi, no Ceará. Ainda criança observando um avião no céu de sua cidade, passou a ter o sonho de voar. A partir daí idealizou o museu “ A Invenção do Sertão”, aonde estão expostos seus vários modelos de aviões que alegram as crianças da cidade e seus visitantes.

15- A Dança do Toré dé Potengi.
O Toré é uma espécie de Ciranda e Côco existente na Comunidade Quilombola Carcará, na cidade de Potengi, no Ceará. A dança foi trazida por pessoas que se mudaram para este quilombo no século XIX,  mantendo desde então vivos os cânticos e a dança do Toré

16- A Dança do Coco da Batateira.
O grupo do Coco da Batateira da cidade do Crato, no Ceará é formado por mulheres e tema sua origem na África. A dança no início era praticada durante a construção das casas de taipa no sertão. Hoje pode ser vista em várias festividades populares.

17- Mestre Cirilo, a dança dé Maneiro Pau.
Mestre Cirilo, conhecido como mestre da cultura popular na cidade do Crato, no Ceará, mantém viva a tradição de danças folclóricas através da formação de grupos tradicionais, preservando seus costumes e a dança do maneiro pau.

18- Abidoral Jamacaru e a cultura musical do Cariri.
Abidoral Jamacaru, compositor e músico da cidade do Crato, no Ceará. Participou ativamente dos movimentos musicais como festivais e mostras da região do Cariri. É uma referência na música popular da região.

19- Luciano Carneiro, a poesia de cordel do Crato-CE.
O cordel se mantém como importante manifestação cultural e de comunicação na região do Cariri. O poeta Luciano Carneiro é um dos fundadores da Academia de Cordelistas do Crato, no Ceará.

20- Izabel Maria, Contadora de histórias de Trancoso.
As histórias de Trancoso são uma tradição popular que permanece viva até os dias de hoje na região do Cariri. Isabel Maria é uma contadora de histórias da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, que resgata os contos e histórias de antigamente.

21- Espaço Cultural Mestre Noza, o artesanato popular do Juazeiro do Norte-CE.
O Espaço Cultural Mestre Noza da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, abriga um grande acervo da arte popular cearense,agregando vários artesãos da região do Cariri.

22- Lira Nordestina, a Tradição da Xilogravura.
A Lira Nordestina é uma editora brasileira especializada na produção de literatura de cordel. Símbolo da cultura popular em Juazeiro do Norte, no Ceará, é considerado o principal centro nacional de produção de Literatura de Cordel no Brasil.

22- Banda Cabaçal de Santo Antônio.
Liderada por Mestre Chico, músico e construtor de instrumentos da cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, a Banda Cabaçal Santo Antônio se apresenta  em  festas populares na região do Cariri, aonde tocam composições próprias e ritmos tradicionais locais.

23- Reisado dos Irmãos, a arte popular.
O reisado é uma dança popular tradicional que começou durante as comemorações do Dia de Reis. Na dança, a figura do rei é reverenciada por cânticos e brincadeiras. O Reisado dos Irmãos de Juazeiro do Norte, no Ceará, desenvolve uma cooperativa de artistas populares liderada pelo mestre Antônio Ferreira.

24- Manel do Cego, o repente dé Assaré-CE. 
Repentista, violeiro e sanfoneiro da cidade de Assaré, no Ceará, o poeta Manel do Cego é um importante artista e figura cultural da cidade. Com influência do lendário Patativa do Assaré, preserva a tradição dos violeiros e da poesia popular da região do Cariri.

25- Chico Paes e a Sanfona Pé de Bode.
O sanfoneiro Chico Paes é um músico tradicional da cidade de Assaré, no Ceará. Ele é um dos poucos que ainda preserva a arte de tocar a original sanfona ‘pé de bode’.

26 - Os penitentes do enfincado, música de tradicional religiosa.
Os Penitentes do Enfincado percorrem igrejas e cruzeiros no entorno da cidade de Assaré, no Ceará, cantando os mais tradicionais hinos religiosos. Durante o ato de penitência, se martirizam com chicotes providos de lâminas nas pontas, com o objetivo de reduzir seus pecados.

27- José Pedro, e o  Engenho de rapadura de Barbalha-CE.
Boa parte da safra de cana-de-açúcar nordestina transforma-se em rapadura nos engenhos, tornando-se um patrimônio cultural. No engenho de cana-de-açúcar de Barbalha, no Ceará, a atividade atrai milhares de turistas interessados em saber como funciona esse processo de fabricação da rapadura.

28- Zé Felipe, e a Arte das Pedras Kariris.
José Felipe é artesão na cidade de Nova Olinda, no Ceará. Há 13 anos desenvolve técnicas de escultura em pedra Cariri. Ele começou esse trabalho observando as riquezas naturais da região para a produção de sua arte.

29- Os Artesãos da Passagem de Pedra e a produção de utensílios domésticos.
Tradição indígena da cidade de Missão Velha, no Ceará. Dª Socorro preserva a arte herdada de suas tataravós, mantendo a tradição na produção de utensílios domésticos feitos com barro.

Fonte: Sertão sonoro
Share this post :

Postar um comentário

 
Creating Website | Johny Template | Mas Template
Direitos reservados © 2011. Edson Veriato - Potengi, verás que um filho teu não foge a luta
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Eu sou brasileiro, filho do Nordeste, Sou cabra da Peste, sou do Ceará